Programação de Sessões de Negociação

O volume de negociação, a volatilidade e a liquidez dos instrumentos financeiros depende diretamente da geografia das sessões de negociação e dos fatores macroeconómicos regionais. Ao perceber quando um instrumento tem a maior variação de taxas e os maiores volumes de negociação, é possível melhorar a eficiência da estratégia de negociação selecionada de forma significativa.

O Forex é uma parte do mercado financeiro global e a atividade de operações de negociação com moedas está vinculada ao cronograma de trabalho das principais bolsas de valores. A programação de negociação nas plataformas de bolsa de valores é definida de acordo com a hora local, que pode ser determinada através da diferença com a UTC (Hora Universal Coordenada ou Hora Universal). A hora UTC nunca muda e os fusos horários têm a hora expressa como a diferença com a Hora Universal.


CALENDÁRIO DE TRABALHO DOS PRINCIPAIS MERCADOS FINANCEIROS

NOME DA BOLSA DE VALORES HORAS DE TRABALHO FUSO HORÁRIO HORÁRIO DE VERÃO
New Zealand Exchange (Wellington) 10:00 - 16:45 UTC +12 UTC +13
Australian Securities Exchange (Sydney) 10:00 - 16:00 UTC +10 UTC +11
Bolsa de Valores de Tóquio (Tóquio) 09:00 - 15:00 UTC +9 -
Singapore Exchange (Singapura) 09:00 - 17:00 UTC +8 -
Bolsa de Valores de Xangai (Xangai) 09:30 - 15:00 UTC +8 -
Moscow Exchange (Moscovo) 10:00 - 18:45 UTC +3 -
Mercado Financeiro de Dubai (Dubai) 10:00 - 14:00 UTC +4 -
Bolsa de Valores da Arábia Saudita (Ar-Riyadh) 11:00 - 15:30 UTC +3 -
Bolsa de Valores de Joanesburgo (Joanesburgo) 09:00 - 17:00 UTC +2 -
Bolsa de Valores de Frankfurt (Frankfurt) 09:00 - 17:30 UTC +1 UTC +2
Swiss Exchange (Zurique) 09:00 - 17:30 UTC +1 UTC +2
Bolsa de Valores de Londres (Londres) 08:00 - 16:30 UTC +0 UTC +1
Bolsa de Nova York (Nova Iorque) 09:30 - 16:00 UTC -5 UTC -4
Bolsa de Valores de Toronto (Toronto) 09:30 - 16:00 UTC -5 UTC -4
Bolsa de Valores de Chicago (Chicago) 08:30 - 15:00 UTC -6 UTC -5

MÉDIA DA VOLATILIDADE DOS PRINCIPAIS INSTRUMENTOS E DOS PARES TRANSVERSAIS NOS PERÍODOS DE DIVERSAS SESSÕES DE NEGOCIAÇÃO

A tabela abaixo mostra dados de referência sobre a volatilidade média (em pontos) dos principais pares de moedas e as taxas cruzadas mais populares nos períodos de várias sessões de negociação. A informação é relevante a partir de 01.03.2015.

PAR ÁSIA EUROPA-ÁSIA EUROPA EUROPA-AMÉRICA AMÉRICA
AUD/JPY 61 31 74 53 63
AUD/USD 61 36 43 61 48
EUR/GBP 40 27 53 65 49
EUR/JPY 55 37 59 42 44
EUR/USD 49 39 83 100 87
GBP/CHF 66 47 74 56 83
GBP/JPY 84 43 48 89 98
GBP/USD 30 27 115 107 133
NZD/USD 104 51 71 82 78
USD/CAD 18 24 49 62 49
USD/CHF 14 24 94 67 48
USD/JPY 75 29 77 55 67

ÁSIA (00:00-09:00 UTC)

Abre um dia de negociação e forma os principais sentimentos nos mercados. A sessão asiática tem cerca de 21% de todas as transações de câmbio realizadas num dia de negociação. Assim, a negociação mais ativa e maciça é feita em USD/JPY, EUR/JPY, bem como em dólar de Singapura e yuan chinês. As operações cambiais com JPY perfazem cerca de 16,5% do volume de negócios diário total.

Características:
  • A liquidez é bastante baixa, a negociação é “fraca”, as empresas de investimento e os fundos hedge geralmente usam este tempo para aproximar o mercado de níveis de preços e barreiras de opções importantes;
  • Normalmente, as estatísticas japonesas e australianas são publicadas na abertura, o que envia um impulso para os pares AUD/USD, USD/JPY e define o alcance e direção de movimento para todo o dia. Publicações de protocolos CB ou declarações financeiras podem ser planeadas no final da sessão;
  • O principal volume de transações no par USD/JPY é realizado por investidores institucionais com ativos em dólares americanos (em primeiro lugar - pelo Banco do Japão). Os grandes exportadores japoneses convertem o seu rendimento de dólar para iene;
  • A taxa de câmbio do iene é influenciada pela procura/oferta no mercado de ações japonês (ações, títulos);
  • Na maioria das vezes durante a manhã, após a abertura da Bolsa de Xangai, são publicadas notícias da China, que geram atividade de preço nos pares com AUD e JPY;
  • Os preços matinais das principais matérias-primas (petróleo, cobre, ouro, minério de ferro) desempenham um papel importante nos mercados de ações chineses - AUD, NZD e JPY podem dar-lhe resposta especulativa;
  • Se há aumento da atividade em relação aos principais pares de moedas na sessão americana anterior, a sessão asiática transforma-se num período de consolidação global.

SOBREPOSIÇÃO ÁSIA/EUROPA (7:00-09:00 UTC)

Às 07:00 UTC, os primeiros participantes europeus aderem - Frankfurt, Moscovo e Joanesburgo; depois disso durante duas horas, a Ásia e a Europa negoceiam juntas. É o período de mercado mais inativo quando os negociantes fixam as posições após a sessão asiática e se preparam para a abertura das negociações na Europa.


SESSÃO EUROPEIA (7:00-16:30 UTC)

Esta é a sessão de negociação mais "adequada" do ponto de vista teórico. A volatilidade, sendo bastante alta, mas não agressiva, ao mesmo tempo, acalma após as 10:00 UTC e inicia um novo crescimento especulativo após a abertura da sessão americana.

Características:
  • As tendências de preços relativamente a EUR, GBP e CHF são formadas nas primeiras horas da sessão;
  • O principal volume de negócios resulta de EUR/USD, GBP/USD, USD/JPY, USD/CHF, EUR/JPY e GBP/JPY;
  • Todos os bancos europeus, incluindo o BCE, empresas de investimento e fundos hedge operam no mercado como participantes;
  • As estatísticas publicadas no que diz respeito à Zona Euro e à Grã-Bretanha (até às 10:00 UTC), aos resultados das reuniões dos bancos centrais e às declarações dos funcionários desempenham um papel importante;
  • Grandes investidores (por carteira) encerram a sua reestruturação diária de ativos durante a sessão europeia; depois, convertem ativos europeus em ativos de dólares americanos antes da sessão americana. Isto garante alta volatilidade do mercado.

SOBREPOSIÇÃO EUROPA/AMÉRICA (13:30-16:30 UTC)

É o tempo mais ativo e volátil. Mais de 70% de todas as transações feitas durante a sessão europeia e mais de 80% das transações feitas durante a sessão americana ocorrem neste período.

Características:
  • Um número de negociantes individuais que visam obter lucro rápido com extrema volatilidade ingressam no mercado;
  • Há um choque agressivo dos interesses das grandes empresas e participantes institucionais individuais que negociam apenas nesse período. Os bancos centrais estão envolvidos na operação ativa. São feitas tentativas de quebrar a tendência que se formou durante o dia;
  • Neste momento, são publicados os dados económicos dos EUA e Canadá: emprego (NFP), PIB, vendas no retalho, índices de CPI, relatórios de stock da empresa. Notícias como o NFP podem mudar completamente a dinâmica dos preços uma semana ou um mês antes;
  • Os maiores volumes de futuros de matérias-primas são negociados, adicionando volatilidade a moedas dependentes.

SESSÃO AMERICANA (13:30-20:00 UTC)

A tendência para o fortalecimento do dólar americano prevalece frequentemente no período da sessão americana. A oposição agressiva entre especuladores em instrumentos de USD pode durar até ao fecho da sessão de negociação, especialmente à sexta-feira.

Características:
  • É estipulada alta liquidez no início da sessão pela publicação de estatísticas económicas imediatamente após a abertura da Bolsa de Valores de Nova Iorque. Os dados americanos afetam praticamente todos os instrumentos de moeda, e os dados das reservas de petróleo influenciam o preço dos futuros de matérias-primas;
  • Após a abertura do mercado de ações e do mercado de títulos americano, os investidores estrangeiros convertem EUR, JPY, CHF, GBP em USD para realizar operações em plataformas de bolsa de valores americanas;
  • Nesse período, os bancos dos EUA estão ativamente a fornecer o movimento de capital entre moeda e mercados de ações. Este é o período mais favorável para intrigas financeiras por parte de grandes participantes capazes de afetar a acumulação de volumes a preços-chave;
  • A sessão americana significa grandes volumes de negócios não só em EUR/USD, GBP/USD e USD/JPY, mas também em USD/CAD (Canadá), BRL/USD (Brasil), USD/MXN (México), bem como no índice USD, no petróleo WTI e nos futuros S&P. Todos estes fatores formam a dinâmica do mercado;
  • Devido aos volumes especulativos acumulados durante a sessão americana após a reunião do FOMC e conferência de imprensa do presidente da FRS, o mercado é caracterizado pela mudança de tendências e formação de novas tendências no médio prazo.